28 outubro, 2012

tenho binte óito anos

Sempre achei piada a quem diz "binte óito". Não é por gozo, é mesmo por achar catita. É o único número que se diz assim. O "binte 'nobe" não é tão catita como o "binte óito". Sei que é muito coisa do norte e talvez por ouvir tanto é que gosto tanto. 

no supermercado: "binte óito" pães, s.f.f.
no sítio onde faço as unhas: "binte óito" euros [obviamente não é o que pago para fazer as unhas]
no café: no dia "binte óito"

Agora que cheguei aos "binte óito" posso dizer desta forma: tenho binte óito anos. Ao mesmo tempo que digo, dá-se-me aqui uns tremeliques. Sabem, é que estou a crescer. Isto deixou-me a pensar...
Aqui ficam binte óito razões para que isto de crescer pareça uma coisa fixe:

1. pode-se votar e sentir que fazemos parte de uma outra parte da história
2. tem-se trabalho para se poder comprar livros todos os meses
3. pode-se conduzir e ouvir música alta no carro 
4. vê-se "Os Simpsons" e percebem-se as piadas
5. tem-se mais histórias para contar na bagagem
6. vê-se mais jogos do Benfica vistos (ai, alegria!)
7. sabe-se que o Pai Natal não existe mas podemos continuar a fazer com que exista 
8. mantêm-se as sapatilhas preferidas porque o pé não cresce mais
9. aparecem os cabelos brancos mas escolhe-se uma cor para os esconder
10. quer-se mais carimbos no passaporte (eu quero muito!)
11. descobre-se o prazer de comer legumes, peixe fresco e essas coisas
13. ... e também o prazer de uma cerveja fresca ao final da tarde
14. aprecia-se a pequenada a cada dia a ficarem mais giras
15. pode-se ficar a ver os óscares todos os anos em direto (só temos de aguentar o sono no dia seguinte)
16. descobre-se que o mundo é muito maior do que as ruas onde passamos todos os dias
17. usa-se maquilhagem catita quase todos os dias
18. aprende-se palavras novas como "fleumático" ou "loquaz"
19. começa-se a gostar de flores nos vasos
20. começa-se a achar que  a lamechice, de quando em quando, sabe bem
21. as palavras misturadas com as pessoas ganham novos sentidos
22. chega-se mais alto e assim se chega cá dentro
23. aperfeiçoa-se o assobio nos concertos
24. ... ou quando se chama alguém que está longe
25. ouvem-se sinos e saem sorrisos
26. não se esquece de como é ser pequenino ou pequenina 
27. sente-se o momento como aquele que vale a pena ser vivido
28. [...]


Crescer é fixe ou catita ou bom (liberdade para se usar as palavras que quiserem).
Apenas se resume em sermos aquilo que queremos ser.

2 comentários:

Anónimo disse...

outra coisa boa de crescer é estar sempre a crescer

Dianinha disse...

:)