06 junho, 2010

Serralves em Festa





Ontem fui com a babe R. Antes fomos abastecer-nos de sushi. Mas ainda antes disso, andámos às voltas e às voltas à procura do dito cujo que fica na Rua de Grijó e que não sabemos dizer o nome. Já com a barriga muito cheia, quase a rebolar, voltámos a andar às voltas, desta feita para estacionar. Depois entrámos no mundo Serralves. Imersas em cada cantinho - na livraria, na Praça do Ulmeiro, no museu, na livraria, no Ténis, na Casa e coisa e tal. (difícil ler o mapa mas nada que não se resolva). Voltámos de madrugada, ouvimos e cantámos o Femina, discutimos na portagem e rimo-nos como perdidas.

Hoje fui com a família e levei a minha bebé para tirar uns retratos, como se pode constatar. Fui espreitar cada ateliê dos miúdos para ficar com ideias novas, voltei à livraria e comprei duas pregadeiras novas
(apetecia-me trazer todas todas todas!). Continuei imersa em cada cantinho. Voltámos de tarde, ouvi e cantei A Fuga, estalei os dedos na curva, cheguei a casa e atirei-me para o sofá. Dali a uns minutos o telemóvel tocou e já não adormeci.


Ontem e hoje foi festa em Serralves. E gostava de ver Serralves assim em festa todo o ano: a transbordar de gente, de movimento, de música, de arte e de saber.


2 comentários:

Raquel disse...

E ainda fizemos planos para Agosto :D

Dianinha disse...

Pois, ficámos a saber o que é que é bonito bonito :D