19 junho, 2010

NY

Estava a secar o cabelo à N., mana mais nova que adora espelhos e o "cabelo lisinho", e de repente diz ela muito séria:

- Ontem fui a Nova Iorque.

(num segundo fico meia confusa e num outro segundo decido alinhar na conversa)


- Foste a Nova Iorque?
- Sim.
- Fazer o quê?
- Olha, passear.

(sempre muito séria)

- Que sorte! Nem eu ainda fui a Nova Iorque. Conta-me tudo!
- Que queres saber?

(sempre muito séria)

- O que é que há lá, o que é que viste, com quem foste, quando vieste ... essas coisas ...
- Eu fui e vim no mesmo dia, fui de barco. Tinha lá muitos brinquedos e camisolas. Vi muitas pessoas.

(surpreendeu-me com a resposta, tento manter-me também séria e continuo a conversa)

- E a minha prenda? Eu quando vou a qualquer lado também te trago uma prenda.
- Era tudo feio, não tinha nada de jeito.
- E não trouxeste brinquedos para ti?
- Não, porque se não não cabia no barco!

(começa a ser mais difícil eu manter-me séria mas continuo a conversa)

- E falaste com as pessoas? Que língua é que elas falavam?
- Chinês.
- Chinês? E tu falas Chinês?
- Não, eu falava Português e elas Chinês.
- E as pessoas percebiam-te?
- Claro!

De repente, olhou para mim e sorriu mostrando aquelas pestanas enormes. Ao mesmo tempo soltámos uma gargalhada que se deve ter ouvido em Nova Iorque.

2 comentários:

Ominona disse...

:D Mundo mágico das crianças!

Bjo para as duas*

Dianinha disse...

:D