31 julho, 2009

Querido mês de Agosto

Pela primeira vez desde que me lembro de existir (?), vou entrar no oitavo mês com a minha pele exageradamente branca, com a agenda com imensas coisas escritas para fazer, com o despertador ligado para acordar cedo. Os trinta e um dias do mês parecem insuficientes para tanto trabalho que tenho. Este ano, em vez das caipirinhas fresquinhas, tenho as garrafas de água de 1,5 litro. Em vez do creme after sun depois do banho, tenho o creme hidratante que me acompanha o resto do ano. Em vez de livros e revistas na mala, tenho o portátil.
Eu sei que não me devia queixar até porque já tive uns dias perfeitos na montanha, vou para Budapeste em Outubro e no final do ano quem sabe até à Austrália e ao Japão. Mas juro que precisava de uns dias, uma semaninha de férias no querido mês de Agosto. Sem horários. Sem obrigações. Sem responsabilidades. Sem pressões.
Se não precisasse de férias a minha endocrinologista não me tinha receitado o Gincoben, que se destina e passo a citar: "(...) tratamento sintomático das alterações das funções cognitivas. Este medicamento está indicado para o tratamento da demência ligeira a moderada."
Ok. Prefiro não pensar muito nisto.

1 comentário:

Lady me disse...

Acho que preciso desse medicamento!
:S

Força!